Vídeo e Making of - MARIA VAI COM AS SAIAS

Olá galera!

Hoje venho apresentar um material interessantemente que desenvolvi junto com a produtora GANA de Porto Alegre onde trabalho atualmente.

No curto vídeo (primeiro de 4 que serão lançados) criado em parceria com o pessoal de 
MARIA VAI COM AS SAIAS, tivemos a ideia de introduzir elementos gráficos que correspondem ao conceito da marca em interação com o ambiente real, confiram o resultado e um rápido making of com mais detalhes abaixo:


Ficha técnica:
Produção: GANA
Direção: Daniel Marvel
Direção de Arte: Denise Carrion
Direção de Fotografia: Thiago Cauduro
Direção de Efeitos Visuais: Fabrício Rabachim
Edição: Adamo Ovalhe
Modelo: Julia Presotto



Aparentemente um efeito simples, mas que foi um grande e divertido desafio!

Após aprovada a edição do material, onde temos os cortes dos takes de gravação já em seus tamanhos e lugares corretos, foi feito um processo de captura de movimento da câmera de cada uma das cenas, assim como demonstrado nos tutoriais do Boujou e After Effects, para viabilizar o track, adicionamos etiquetas de pontos de contraste onde teriam os trevos.

Com a câmera 3d criada e levada para um software de computação gráfica, no meu caso 3ds Max, a segunda etapa foi remodelar e mapear cada parte da cena em que tivesse interação com os trevos.


Modelei e animei 4 tipos de trevos nascendo, além do musgo que surge sobre eles, utilizando o sistema de partículas ParticleFlow e criando diversos eventos programados para que sempre que houvesse a colisão de um deflector animado sobre a área modelada da cena, onde continham partículas inativas, elas se transformassem nos trevos animados aleatoriamente. Clique no esquema ao lado para ver em tamanho ampliado.
Após completar a etapa da animação, vieram os ajustes de iluminação para o render final dos trevos, em cada uma das cenas nós criamos imagens HDR para complementar a iluminação, veja um exemplo de utilização aqui. Com um HDR do cenário real e mais algumas luzes de apoio foi relativamente fácil atingir a iluminação apropriada para o realismo necessário, mas juntando isso com o desfoque de lente criado com recursos do Mental Ray para acompanhar o desfoque real da câmera, o resultado em algumas cenas foi de aproximadamente 1 hora e meia de render por quadro de vídeo (60 quadros por segundo para o slow), o que nos obrigou a diminuir alguns recursos como tamanho de texturas e qualidade de sombras sem que isso afetasse muito a qualidade final da imagem mas optimizando o tempo de render para um pouco menos de uma hora por quadro, onde no final das contas ganhamos alguns dias de render.


Abaixo um preview da visualização do efeito e luz na viewport do Max. Clique para ampliar.

Com todos os trevos renderizados em sequencia de imagem PNG com fundo alpha, chegou a hora da composição dessas imagens geradas por computação gráfica com o vídeo real, utilizei o After Effects para apagar os pontos de track, criei todas as máscaras necessárias para a sobreposição de partes do vídeo real, como quando a mão da modelo passa sobre algum trevo eu utilizei a técnica de rotoscopia por máscaras, e a etapa final foram correções de cor e luz do render e vídeo, aplicação de desfoques de lente e outros elementos para completar o clima mais mágico sem tirar a realidade do vídeo.




















Um tutorial que serve de introdução para os passos apresentados nesta postagem pode ser visto aqui.

Não se esqueça de visitar o site da Produtora GANA para conferir outros trabalhos e projetos que fazemos.

www.gana.as

5 comentários:

  1. Show de bola seu trabalho Fabrício parabéns.
    Mas se me permite uma sugestão seria muito legal vc desenvolver um ou mais tutoriais, sobre o Particle Flow, vejo nas fotos dos esquema parece bem complicado escolher determinados operadores e eventos acho muito legal esse sistema mas acredito se bem complicado.
    Mais uma vez parabéns.

    ResponderExcluir
  2. Olá Fabrício! Poderia falar mais sobre como criar o desfoque de lente com o Mental Ray? Achei muito importante. Obrigado e parabéns pelo trabalho.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado Rogério, futuramente vou abordar o tema, vlw!

      Excluir
  3. Eu tenho uma pulga atras da orelha, uma hora de render para cada quadro?Pensei que seria bem mais rápido a performance dos computadores ai da Gana kkkkk, imagino eu tentando fazer isso em meu computador, seria no mínimo umas tres horas para cada quadro!

    ResponderExcluir