A vida após Pi

VFX Oscar



"Em 2013, Rhythm & Hues Studios ganhou o Oscar de efeitos visuais para Life of Pi...
11 dias depois de declarar falência."

Este é um curto documentário sobre a história e falência do estúdio Rhythm & Hues protagonista dos efeitos visuais de As aventuras de Pi.

Para quem não se lembra em 2013 tivemos um caso bem peculiar na edição do Oscar, a empresa ganhadora do prêmio na categoria efeitos visuais tinha declarado falência justamente por conta do filme que a fez vencer o troféu, e ao subir ao palco para pegar sua premiação e dar suas dedicatórias, o supervisor de efeitos Bill Westenhofer teve seu microfone cortado ao começar a falar da situação atual da empresa.

Após o ocorrido um manifesto nas redes sociais marcado pelas fotos em verde dos usuários atingiu proporções globais, mas não pode evitar o fim da empresa.

Nesse emocionante documentário são apresentadas as dificuldades dos estúdios de VFX para se manterem no mercado assim como a dedicação dos artistas.

"Não é feito pelo computador, é feito por um monte de gente e há um grande número de pessoas em segundo plano trabalhando dia e noite para o projeto."

Enfim, fiquem com o documentário.



O documentário está em inglês, você pode ativar as legendas em inglês e utilizar o sistema de tradução automático para o português no próprio player do youtube.

4 comentários:

  1. Que dó! Infelizmente nos iludimos com as maravilhas dos filmes que eles produzem, com os demo reels, com os making of etc, e pensamos que o Brasil é uma porcaria nesta área, mas se for ver a realidade o Brasil não tem suporte para empresas assim, e diferentemente do que pensávamos, nem as grandes nações como o EUA. O objetivo então é terceirizar, achar mão de obra mais barata, que faça com a mesma qualidade que a grande empresa faria e mais rápido. Isso leva a um grande defeito no mercado.

    O que mais me chamou a atenção, e isto é uma realidade até no Brasil, é o fato de depois de todo o trabalho pronto vem alguém dizer que não esta bom e que não era pra ser feito daquele jeito. Eles nunca sabem o tempo que leva pra renderizar uma animação. As pessoas veem uma explosão na TV e pensam que foi feito em miniatura ou que é real. A velha escola, embora ainda muito eficiente, já não atua mais como antigamente. Ao assistir ao filme Planeta dos Macacos: A Origem, meu cunhado pensou que até o momento em que Ceazar, o macaco lider, não fala, o macaco era real e que todos os outros macacos que aparecem são reais.
    É como o excelente trabalho feito pelo estúdio Rhythm & Hues, em Life of Pi, os animais são tão reais que muitos que eu conheço pensam que os animais estavam realmente no barco junto de Pi, que Richard Parker (o tigre) realmente atacou os outros animais, mas por ser um animal treinado não atacou o ser humano.

    Muita coisa ainda tem que mudar. O VFX no Brasil tem uma escada muito alta para COMEÇAR a escalar ainda. Os primeiros passos foram dados. Mas apenas chegaremos ao topo se tomarmos as rédias das grandes produtoras nesta área. Como mostra o documentário, nos EUA apenas seis grandes estúdios produzem filmes. As empresas de VFX brigam entre si para ver que fica com o serviço, sacrificando muito no valor final do trabalho. Não podemos deixar isto acontecer no Brasil. Se queremos trabalhar no mundo do VFX terá de ser de um jeito em que todos tenham o que comer e não um arrancando a comida da boca do outro!!!

    Minha opinião,
    Henrique Malaquias

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito bem Henrique! Eu tive a oportunidade de assistir a uma palestra com Jason Bayever, supervisor de efeitos digitais desse filme. É realmente um trabalho fantástico que eles fazem, simplesmente incrível! Entre outras coisas, o Jason disse que o filme foi realizado por uma equipe enorme "espalhada" por vários países, cada uma executava uma "tarefa". Os números (render) são "assustadores"! É um trabalho, na minha opnião, que não é só um bom salário que paga, vai muito mais além disso. Reconhecimento, respeito e valorização, etc. É lamentável uma crise num setor como esse. Sobre os animais 3D's, vale lembrar que foi usado um tigre real no filme, o difícil é saber em quais cenas ele aparece.

      Excluir
  2. Um fato que pode retratar a nossa situação nesse setor foi a falência da made in Brazil "SEAGULLS FLY" anos atrás. Os caras faziam um trabalho magnífico de nível elevadíssimo! Dentre vários realizados pela empresa, está o video promo da Suite Adobe CS5.
    http://www.youtube.com/watch?v=fFJKWpr_2e8
    E eis aqui o Reel da empresa de 2012. Não sei se o site ainda está no ar, vale a pena conferir o trabalho 3D dos caras. Uma pena uma empresa dessas falir.
    https://vimeo.com/36914407

    ResponderExcluir
  3. Caso alguém queira conhecer mais dos trabalhos da Seagulls Fly:
    https://vimeo.com/seagullsfly/videos

    ResponderExcluir